Notícias

Rio 2016: Matheus Santana garante vaga para sua primeira olimpíada

Matheus Santana

Matheus Santana garantiu sua participação na Olimpíada Rio 2016 no revezamento 4×100 m livre. Após as duas seletivas, o carioca entra com o tempo de 48s71 obtido no Open de Palhoça (SC), em dezembro de 2015. Na prova dos 100 m livre do Troféu Maria Lenk, disputada nesta segunda-feira (18), no Parque Olímpico, o atleta da Unisanta fez 48s80 e se juntou a Marcelo Chierighini (48s20), Nicolas Oliveira (48s30) e João de Lucca (48s59) no time do revezamento. Apesar de ter a vaga para sua primeira olimpíada, Matheus esperava nadar mais rápido. “A sensação é de ter mais pra dar, não saiu o tempo que eu gostaria (casa dos 47s), mas, ao mesmo tempo, estou feliz por estar completando o revezamento. Enfim, agora é analisar o que deu de errado, o que deu certo também e ir para a Olimpíada garantir uma medalha. Vou continuar treinando forte para ajudar o Brasil”, disse.

A competição, que vai definir o time olímpico para a modalidade, começou para Matheus no sábado (16), quando nadou os 200 m livre em 01min56s17. A passagem nos primeiros metros animou o atleta. O carioca de 20 anos ainda compete a prova dos 50 m livre, na quarta-feira (20). O nadador está balizado com o tempo de 22s17, o quarto melhor da prova e abaixo do índice (22s27). É importante lembrar que os dois primeiros se classificam para os Jogos.

Matheus Santana tem 20 anos e representa a Universidade Santa Cecília-Unisanta. Campeão Olímpico da Juventude em 2014, o nadador fez parte do time campeão Pan-Americano de 2015 e do time finalista no Mundial de Kazan, na prova do revezamento 4×100 m livre. O atleta tem os patrocínios da Embratel, Claro, Correios e RP4.

———————————————————————————————————————-

 

Matheus Santana foca os 100 m livre na seletiva olímpica de natação. Nadador do Unisanta compete em três provas em busca de vaga na Rio 2016.

Matheus Santana

O Troféu Maria Lenk, última seletiva olímpica, começa na próxima sexta-feira (15), no Rio de Janeiro. Um dos maiores nomes da modalidade atualmente é Matheus Santana! Com apenas 20 anos e recordes batidos, o atleta busca confirmar sua vaga no revezamento 4×100 m livre e na prova individual, além de tentar a vaga nas provas dos 50 m livre e 200 m livre da Rio 2016. 

”Estou pronto, bem preparado e motivado para a Olimpíada. É um sonho que está prestes a se tornar realidade”. A competição, que vai definir o time olímpico, começa para Matheus no sábado (16) com a prova dos 200 m livre. 

Na segunda-feira (18), Matheus Santana nada sua principal prova: os 100 m livre. No Open, realizado em Santa Catarina, ano passado, o atleta ficou com o segundo melhor tempo da prova, e consequentemente com a vaga individual, nadando as eliminatórias em 48s71. Com esse tempo também garantiu sua vaga no revezamento 4×100 m livre que reúne os quatro melhores da prova individual. Para assegurar seu lugar na Rio 2016, o carioca busca melhorar os tempos e corrigir pequenos detalhes. O objetivo é mais, quem sabe nadar na casa dos 47s. 

”Trabalhei na Unisanta com meu treinador Márcio Latuf todos os fundamentos para alcançar os objetivos. A meta já é nadar na casa de 47s, acho que é bem puxado, mas a gente está encaixando aos poucos as provas de 100 m livre. Eu tenho já há algum tempo nadado na casa dos 48s com uma certa frequência, então só faltam pequenos ajustes pra chegar no 47s. Agora é firmar para essa prova, garantir no revezamento e tentar brigar nos 50 m livre e quem sabe também pela vaga nos 200 m livre. O resultado será consequência de todo nosso esforço”

No último dia de competições (20), o jovem nada a prova mais rápida e mais concorrida da natação brasileira- os 50 m livre. Na prova ele está balizado com o tempo 22s17, e pretende ficar entre os dois primeiros para ir as Olimpíadas.

“Trabalhamos duro desde o início de janeiro, sem qualquer descanso, com um só pensamento inicial que é a vaga olímpica na prova individual dos 100 m livre e também estamos atrás da marca sub-48 que com certeza se vier será muito comemorada”, disse o técnico Márcio Latuf.

Matheus Santana tem 20 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. Em 2015, o nadador conquistou ouro no Pan de Toronto no revezamento 4×100 m livre e o quarto lugar na mesma prova no Mundial de Kazan. O atleta defende a Universidade Santa Cecília – Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Claro, Correios e RP4.

——————————————————————

 

Revista Forbes: Matheus entre os 30 jovens mais promissores

forbes

A Revista Forbes divulgou, na edição do mês de março de 2016, uma reportagem especial chamada Os 30 abaixo de 30. Entre os destaques estava o nadador Matheus Santana, nadador brasileiro que disputará em 2016 sua primeira Olimpíada. Personalidades como o surfista Adriano de Souza, o Mineirinho, a atriz Bruna Marquezine, o jogador de futebol Gabigol do Santos, a vlogueira Kéfera Buchmann, e o próprio nadador deram depoimentos na lista dos 30 jovens mais promissores abaixo dos 30 anos no Brasil.

—————————————————————————————————————————————–

 

Matheus Santana busca equilíbrio para Troféu Maria Lenk no GP de Orlando

convocado2

Jovem revelação da natação compete entre os melhores do mundo de olho na vaga para a Rio2016

Atualmente posicionado entre os melhores velocistas do Brasil, Matheus Santana está a um passo de disputar sua primeira Olimpíada e ainda em casa, nos Jogos do Rio/2016. E para chegar bem preparado ao Troféu Maria Lenk 2016, última seletiva olímpica, marcada para o mês de abril, o jovem embarcou para a Flórida, nos Estados Unidos, onde disputa o Grand Prix de Orlando, entre os dias 3 e 5 de março. Na competição, o atleta da Unisanta estará lado a lado com alguns de seus adversários nos 50m e 100m livre e promete não se intimidar na busca por uma boa marca.

“Estamos tentando equilibrá-lo ao máximo. Temos que aproveitar o momento, pois esse início de ano foi o período que ele voltou melhor fisicamente. Fizemos um trabalho muito bom com a equipe multidisciplinar, ele voltou com o mesmo peso que saiu (90kg), uma massa muscular muito boa e está treinando muito bem. Acho que já no GP de Orlando vamos ter uma marca muito boa, já próxima do objetivo, que será em abril no Maria Lenk”, avalia o técnico Márcio Maluf.

O nadador alcançou o índice olímpico nos 100m livre no Torneio Open 2015, disputado em dezembro em Palhoça (SC). A marca de 48s71 é o segundo melhor tempo na distância entre os nadadores do Brasil, atrás apenas de Nicolas Oliveira (48s41). Com esse tempo, o jovem paulista também se credencia entre os titulares do revezamento 4X100m livre. Além disso, Santana segue está vivo na disputa por uma vaga nos 50m livre, prova que tem Bruno Fratus em primeiro lugar (21s50), Ítalo Duarte em segundo (22s08), além de Matheus e Marcelo Chierighini empatados em terceiro (22s17).

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. Em 2015, o nadador conquistou ouro no Pan de Toronto no revezamento 4×100 m livre e o quarto lugar na mesma prova no Mundial de Kazan. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

 

Matheus Santana faz índice para a Rio 2016
Matheus Santana

A briga por uma vaga olímpica na prova dos 100 m livre promete ser a mais acirrada da natação brasileira. E Matheus Santana está bem situado nessa disputa, fechando o ano com o índice e a segunda melhor marca da distância: 48s71 obtidos na manhã desta sexta-feira (18), no parque aquático da UNISUL, em Palhoça (SC). O atleta da Universidade Santa Cecília projeta que terá de nadar ainda mais rápido para confirmar sua participação na prova e também no quarteto do revezamento 4×100 m livre. “É uma prova muito disputada por causa do revezamento também. Todo mundo quer estar na Olimpíada em casa e o nível de todos os atletas é alto. A briga será intensa no Maria Lenk e quero estar nos Jogos. Vou treinar muito mais do que treinei”, disse Matheus Santana. A próxima e última seletiva para a Rio 2016 será em abril, no Troféu Maria Lenk

O objetivo de Matheus Santana é nadar já na casa dos 47s. ”É o que tenho em mente. Na final do Mundial de Kazan deu pra ver que a final foi na casa de 48s baixo e 47s alto. É um tempo que também o quarteto do revezamento precisa focar para ter chance de medalha”, contou Matheus Santana, que volta a disputar a seletiva olímpica neste sábado (19) nos 50 m livre.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. Em 2015, o nadador conquistou ouro no Pan de Toronto no revezamento 4×100 m livre e o quarto lugar na mesma prova no Mundial de Kazan. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

 

Matheus Santana no Campeonato Paulista

Matheus Santana

O nadador Matheus Santana está confirmado no XVII Campeonato Paulista Júnior e Sênior de Verão de Natação, na piscina da Universidade Santa Cecília – Unisanta, em Santos. Em casa, o campeão olímpico da juventude vai nadar quatro provas, incluindo a sua especialidade, os 100 m livre.

”Bastante motivado e contente por nadar na piscina que treino todos os dias. Será um evento importante nessa fase de treinamento visando a seletiva olímpica de dezembro”, disse Matheus Santana.

Além dos 100 m livre, o atleta da Unisanta terá pela frente os 50 m livre, 50 m borboleta e 100 m borboleta. Matheus tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. Em 2015, o nadador conquistou ouro no Pan de Toronto no revezamento 4×100 m livre e o quarto lugar na mesma prova no Mundial de Kazan. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

———————————————————————

Matheus Santana confirmado no Raia Rápida 2015

261826_533147_ms12

Nadador quer repetir desempenho do ano passado e ajudar o Brasil no evento, que ocorre em 13 de setembro

Matheus Santana foi confirmado como um dos quatro representantes do Brasil no Desafio Raia Rápida 2015, evento inovador da natação, que ocorre na piscina do Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ), no dia 13 de setembro. O time verde e amarelo terá também Daniel Orzechowski (costas), Felipe França (peito) e Nicholas Santos (borboleta). Os adversários dos brasileiros serão os quartetos de África do Sul, Estados Unidos e Itália. “Tive a oportunidade de participar em 2014 e gostei. É um formato dinâmico e que agrega muito para a natação. Temos um time forte para defender o título do Raia Rápida”, disseMatheus Santana.

O Raia Rápida é uma disputa diferente das competições tradicionais. São quatro séries eliminatórias e o atleta que chegar em último deixa a disputa. O desafio é completado com o revezamento 4×50 medley reunindo os quatro times. A equipe com maior pontuação nas duas fases será a campeã.

Na edição de 2014, o Brasil, além de faturar o título, conquistou ainda a melhor marca mundial no 4x50m medley, com o tempo de 1min37s68. O quarteto foi formado por Matheus Santana, Nicholas Santos, Felipe França e Guilherme Guido.

Finkel

O nadador Matheus Santana ajudou a Universidade Santa Cecília a terminar na quarta colocação o Troféu José Finkel 2015, disputado na semana passada em São Paulo (SP). Além de nadar os revezamentos, o atleta faturou duas medalhas: prata nos 100 m livre (48s82) e bronze nos 50 m livre (22s22).

“Achei a participação do Matheus muito boa! Ele nadou próximo do melhor tempo tanto nos 50m como nos 100m livre, além de ter um desempenho interessante nos 200m livre no revezamento. O garoto voltou muito motivado do Mundial de Kazan. Agora é acertar os detalhes para a Olimpíada, mas primeiro tem duas eliminatórias”, contou Márcio Latuf, treinador do atleta.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. Em 2015, o nadador conquistou ouro no Pan de Toronto no revezamento 4×100 m livre e o quarto lugar na mesma prova no Mundial de Kazan. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

—————————————————————————————-

Matheus Santana fecha Mundial de Kazan com revezamento 4×100 m misto

Mundial Kazan 2015/Natacao

Nadador da Unisanta está escalado na prova, uma das novidades desta edição. O atleta Matheus Santana terá mais um desafio no Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan 2015. Neste sábado (8), o carioca disputa o revezamento 4×100 m misto ao lado de Marcelo Chierighini, Daynara de Paula e Larissa Oliveira. A prova não é novidade para Matheus. Na Olimpíada da Juventude de Nanquim 2014, o quarteto brasileiro ficou com a prata. O objetivo é, quem sabe, repetir o desempenho dos Jogos chineses.

“É uma prova nova no Mundial e acredito que o Brasil tem boas chances de passar à final! Estou bastante motivado para ajudar o meu país no principal evento da natação da temporada. Não será fácil, logicamente, pois todos precisam encaixar bem. Eu vou tentar abrir o revezamento e a intenção é nadar para 48s. Depois é a vez do Marcelo Chierighini, que precisa passar em 47s e as meninas em 54s”, disse Matheus Santana.

As provas que misturam homens e mulheres são bem emocionantes com trocas de posições constantes. “A nossa estratégia será abrir com os homens e fechar com as meninas! Tem tudo para dar certo”.

100 m livre

Matheus Santana terminou a prova dos 100 m livre na nona colocação no geral. O atleta carioca de 19 anos nadou para 48s52 na primeira semifinal da distância e por pouco não entrou na decisão. O resultado, segundo seu treinador Márcio Latuf, tem tudo para ser melhorado até a Olimpíada de 2016, principal foco do representante da Unisanta. 

“É um atleta novo e já próximo dos líderes – menos de 50 centésimos para o melhor tempo da final dos 100 m livre. Com 19 anos de idade é possível até pensar numa medalha olímpica para o Matheus Santana. Sem contar os próximos Mundiais e a Olimpíada de Tóquio 2020, quando terá uma bagagem enorme. É um atleta com um futuro brilhante pela frente”.

O atleta também integrou a equipe brasileira dos 4×100 m livre, que terminou em quarto lugar a final da prova no Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan 2015. O quarteto tem chances reais de medalha em 2016. Ele nadou ao lado de Marcelo Chierighini, Bruno Fratus e João de Lucca.“Bateu na trave nas duas provas. Acho que temos tudo para brigar pelo pódio!”, disse Matheus Santana.

O atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta) volta ao Basil na semana que vem e está confirmado para o Troféu José Finkel, de 17 a 22 de agosto, na piscina do E.C. Pinheiros.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

Foto: Satiro Sodre / SSPress

—————————————————————————————————-

Matheus Santana fecha Mundial de Kazan com boas perspectivas para 2016

Mundial Kazan 2015/Natacao

Nadador da Unisanta é o nono do mundo nos 100 m livre e está no quarteto do revezamento. Matheus Santana ficou em nono lugar no Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan 2015 na prova dos 100 m livre. O atleta carioca de 19 anos nadou para 48s52 na primeira semifinal da distância e por pouco não entrou na decisão. O resultado, segundo seu treinador Márcio Latuf, tem tudo para ser melhorado até a Olimpíada de 2016, principal foco do representante da Unisanta. “É um atleta novo e já próximo dos líderes – menos de 50 centésimos para o melhor tempo da final dos 100 m livre. Com 19 anos de idade é possível até pensar numa medalha olímpica para o Matheus Santana. Sem contar os próximos Mundiais e a Olimpíada de Tóquio 2020, quando terá uma bagagem enorme. É um atleta com um futuro brilhante pela frente”.

O atleta também integrou a equipe brasileira dos 4×100 m livre, que terminou em quarto lugar a final da prova no Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan 2015. O quarteto tem chances reais de medalha em 2016. Ele nadou ao lado de Marcelo Chierighini, Bruno Fratus e João de Lucca.“Bateu na trave nas duas provas. Acho que temos tudo para brigar pelo pódio!”, disse Matheus Santana.

O atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta) volta ao Basil na semana que vem e está confirmado para o Troféu José Finkel, de 17 a 22 de agosto, na piscina do E.C. Pinheiros.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

Foto: Satiro Sodré

 

————————————————————————————————————————————-

 

Matheus Santana participa da Campanha Entrega – Correios Rio 2016

Matheus Santana

Confira o vídeo aqui: https://youtu.be/4Wh4ab-5W9o

 

——————————————————————————————————————–

Matheus Santana e revezamento 4×100 m livre confiantes para a Rio 2016. Atleta da Unisanta integrou o quarteto na final da prova em Kazan, que ficou em quarto. Equipe está classificada para a Olimpíada de 2016

Matheus Santana

Matheus Santana e a equipe brasileira dos 4×100 m livre terminou em quarto lugar a final da prova no Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan 2015. O quarteto brigou braçada a braçada pelo pódio com a Itália, que ficou com o bronze. O tempo de 3min13s22, no entanto, mostra que o time pode evoluir ainda mais para buscar resultados melhores, principalmente nos Jogos Olímpicos de 2016. E por falar em Olimpíada, o Brasil está garantido no revezamento masculino no Rio de Janeiro. ”A cada competição a gente evolui de maneira positiva. O quarteto está em sintonia, somos um time! Até a Olimpíada tenho certeza de que a gente vai se entrosar ainda mais e brigar pela medalha na prova”.

Sobre os 4×100 m livre em Kazan 2015, Matheus Santana emendou: ”A meta era nadar os 100 m na casa dos 47 segundos e uma hora vai sair. Mas sempre tiro coisas boas de todas as provas que disputo e procuro corrigir os erros com minha comissão técnica. Acho que está guardado para a Olimpíada esse 47 de todo mundo no revezamento”, disse Matheus Santana, segundo a cair na água na final deste domingo (2). Marcelo Chierighini, Bruno Fratus e João de Lucca formam o time com ele.

O atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta) nada agora os 100 m livre. A prova está marcada para a quarta-feira (5). Os oito primeiros fazem a final da prova no dia seguinte.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

——————————————————————————————————

Matheus Santana embarca para o Mundial de Kazan 2015 sonhando alto. Atleta brasileiro buscará o pódio nos 100 m livre e revezamento 4×100 m livre.

Matheus Santana

Chegou a hora de mais um desafio na carreira de Matheus Santana. Depois do Pan de Toronto, o jovem nadador brasileiro disputa o Mundial de Desportos Aquáticos de Kazan, na Rússia. O atleta da Universidade Santa Cecília se juntou à seleção brasileira para uma semana de treinos em Portugal antes da viagem à cidade russa. Confiante em mais um bom resultado, o brasileiro de 19 anos buscará o pódio nos 100 m livre e revezamento 4×100 m livre.

“Meu objetivo é nadar bem as eliminatórias dos 100 m livre, avançar às semifinais – nadando perto do meu melhor tempo – e depois chegar à final! Na disputa por medalha tudo pode acontecer”, disse Matheus Santana. “A verdade é que estou mais descansado depois do Pan e com três quilos a menos. Vou nadar melhor do que no Pan, com certeza”.

Em Toronto 2015, Matheus Santana fez sua estreia nos Jogos Pan-Americanos ficando com o ouro no revezamento 4×100 m livre e chegando à final dos 100 m live.

O treinador Márcio Latuf fez uma avaliação do seu pupilo. “O Matheus descansou bem nas últimas semanas depois do Pan, está mais leve e preparado para Kazan. Acredito que agora o garoto vai nadar bem”.

O revezamento 4×100 m livre pode ser apontado como uma das provas que o Brasil tem mais chances no Mundial.O atleta da Unisanta está confiante e ansioso para fazer parte do quarteto. “Todos precisam nadar para 47s no revezamento 4×100 m livre para brigar por medalha em Kazan. O time do Brasil está bem para competição, mas devemos ficar ligados no dia e dar tudo pelo resultado”.

O atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta) nada as eliminatórias do revezamento no domingo (2). Os 100 m livre estão marcados para a quarta-feira (5). Os oito primeiros fazem a final da prova no dia seguinte.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

Mais informações no site www.matheussantana.com

————————————————————————————————–

matheus santana

Matheus Santana estreia em Jogos Pan-Americanos com medalha de ouro

Destaque da nova geração faz bonito em sua primeira participação na principal competição do continente

Matheus Santana mostrou mais uma vez porque tem potencial para se tornar um dos maiores nadadores do país. O jovem de 19 anos conquistou na noite desta terça-feira (14) sua primeira medalha em Jogos Pan-Americanos. O ouro veio no revezamento 4x100m livre, com o nadador abrindo a disputa de uma prova emocionante, que terminou com a equipe brasileira conquistando também um novo recorde Pan-Americano (3min13s66). Além de Matheus, integraram o time João de Lucca, Bruno Fratus, Marcelo Chierighini e ainda Thiago Pereira, que nadou as eliminatórias. A prata ficou os anfitriões, o Canadá (3min14s32), e o bronze com os Estados Unidos (3min16s21). 

“É uma prova bem disputada, bem legal de acompanhar, emocionante eu diria. Imaginávamos nadar forte e ganhar, todos deram 100%. Agora é unir ainda mais o time para conquistar uma boa colocação no Mundial”, contou o nadador, que pouco antes do revezamento também se destacou entre os grandes nomes do continente nos 100 m livre individual. 

Nas eliminatórias, o jovem nadou bem, terminando em segundo lugar da série e entrou na final com o oitavo tempo (49s52). Na decisão, o atleta passou os primeiros 50 metros em 23s50 e chegou em sétimo lugar (49s58). A vitória ficou com Frederico Gabrich da Argentina. “A preparação dele foi muito boa desde o Maria Lenk. Sabemos que tem o Mundial daqui 15, 20 dias, mas já estávamos visando essa competição em Toronto há uns 2 anos. Alguns detalhes ainda estão faltando pra ele chegar na casa dos 47s, nossa meta, mas ele mostrou que tem garra e talento, e pode chegar lá”, afirmou o técnico Márcio Maluf.

O atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta) ainda terá pela frente em Toronto o revezamentos 4×100 m medley, no sábado (18). 

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

Mais informações nos site www.matheussantana.com

————————————————————————————————————–

Matheus Santana

Toronto-2015: Matheus Santana estreia nos Jogos Pan-Americanos. Novo ídolo da natação brasileira está pronto para brilhar nos 100 m livre. Chegou a hora da estreia de Matheus Santana nos Jogos Pan-Americanos. Nesta terça-feira (14), o atleta brasileiro disputa a prova dos 100 m livre. Recordista mundial juvenil da distância, o carioca está preparado para fazer história novamente, agora nas piscinas de Toronto. ”Meu objetivo é brigar pelo ouro, assim como fiz nos Jogos Sul-Americanos e na Olimpíada da Juventude, e ajudar o Brasil. Para alcançar o pódio, eu projeto nadar na casa dos 47 segundos. Está na hora de baixar essa marca. Pode ser no Pan ou no Mundial de Kazan”, disse Matheus Santana.


As coisas começaram a acontecer muito rápido pra mim, eu estava numa seleção juvenil, aí fui pra seleção principal e consegui ser campeão sul-americano. Obtive resultados internacionais de expressão. Mas eu e meu treinador Márcio Latuf planejamos tudo passo a passo. Chegar ao Pan é uma conquista importante. Eu via os atletas que vão estar comigo em Toronto na televisão nadando e torcia muito. Claro que imaginava um dia estar com eles. Hoje esse dia chegou e vou dar meu máximo pra conseguir buscar uma medalha e representar bem o Brasil”.

O atleta da Universidade Santa Cecília (Unisanta) terá pela frente também os revezamentos 4×100 m livre e 4×100 m medley. ”Foi um treinamento voltado para o prova dos 100 m livre para as competições. Trabalho mais o aeróbio para aguentar dois eventos próximos e conseguir manter o polimento até o mundial”.

Matheus Santana tem apenas 19 anos e já está no hall dos grandes nomes da natação brasileira e mundial. O nadador carioca tem resultados expressivos, que chamam a atenção na prova dos 100 m livre. O recorde mundial júnior – 48s25 – e as três medalhas na Olimpíada da Juventude, incluindo a de ouro na distância, são suas marcas importantes. O atleta defende a Unisanta e tem os patrocínios de Embratel, Correios e RP4.

Mais informações nos site www.matheussantana.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>